A escadaria do Infinito

A atração mais recente do bairro de Montesacro em Roma é a longa escadaria da via Tremiti, noventa e nove degraus que ligam a viale Tirreno à via Brennero, na qual foram pintados os versos do poema “L'Infinito” escrito por Giacomo Leopardi (1798-1837), para comemorar o aniversário de sua publicação.

A história duma escadaria
A construção da escadaria é contemporânea à do bairro, entre o final da década de 1910 e a década de 1920. De fato, a rua é mencionada no "Stradario romano" de 1922 (índice de rua) de Benedetto Blasi.
No passado, a escadaria já funcionava como suporte de mensagens: em 1982 foi pintada em três faixas de verde, branco e vermelho, para celebrar a vitória da Itália no campeonato mundial de futebol, no ano seguinte foi repintada em amarelo e vermelho. para comemorar a vitória do A.S. Roma na Liga Italiana de Futebol, em 2000 tornou-se azul e branco pela vitória do S.S. Lazio, e no ano seguinte voltou ao amarelo e vermelho pelo terceiro título do A.S. Roma. Essa alternância foi descrita pelo escritor Marco Lodoli em 2005 em seu livro "Isole":
"Em Montesacro, entre o viale Tirreno e a via Tremiti, existe uma escadaria de noventa e nove degraus que se tornou o emblema dos altos e baixos do futebol na nossa cidade. Quando a Roma de Falcao e Conti conquistou o título, em 1983, alguns torcedores entusiastas pintaram os perfis dos degraus de amarelo e vermelho, e no meio daquela subida de travertino pintaram um grande escudo tricolor ... Em 2000 foi o Lazio de Mancini e Nesta que prevaleceu : e então, na primeira noite da apoteose , foram os torcedoros da equipa de Eriksson que embrulharam a escada de branco e azul ... no ano seguinte foi a Roma de Capello e Batistuta que prevaleceu ... a escada certamente não podia ficar à Lazio ... e pelo momento está ainda assim ...".
Uma história semelhante é a da longa (e larga) escadaria que liga a viale Glorioso à via Dandolo, no bairro de Trastevere, pintada de amarelo e vermelho para os dois últimos títulos da A.S. Roma, em 1983 e 2001, foi limpada (mas permanecem vestígios) pela Secretaria Municipal de Decência Urbana em janeiro de 2015.

Ocorreu então um longo período de neutralidade cromática, também devido à ausência de mais de vinte anos de títulos para os clubes capitolinos, e chegamos à repintura dos degraus em várias cores, por grupos de cidadãos, inclusive os de “99 non è cento”, que cuidou da escadaria para salvá-la da decadência, principalmente recolhendo as inúmeras garrafas (inteiras e quebradas) e latas deixadas pelos incultos que a utilizavam (e ainda a utilizam) como ponto de encontro noturno, e arrancando ervas daninhas nunca incomodadas pelo pessoal de limpeza da AMA (Azienda Municipale Ambiente) talvez pelo escrúpulo de perturbar o bem-estar vegetal (alguns exemplares de ervas daninhas atingiram dimensões verdadeiramente impressionantes).
Depois, a partir de setembro de 2020, o III Município procedeu a um longo restauro, que terminou em fevereiro de 2021, reparando os degraus lascados, preenchendo as fissuras dos degraus, substituindo os corrimãos, esvaziando a tampa de esgoto no meio da escadeira, obstruida completamente e limpando tudo, dando volta para a escada um aspecto cândido e digno.

Aí vem o Infinito
Sobre este palimpsesto foi realizado o projeto “Leopardi incontra le scalette” (“Leopardi encontra as escadarias”) neste palimpsesto, promovido em 2019 pelas associações de cidadãos "99 non è cento" e "Arte e Città a Colori" que solicitaram a Superintendência Capitolina e a Prefeitura para realizar a obra, para comemorar o aniversário de “L'Infinito”, publicado em 1819.
O atraso de dois anos deveu-se em parte à pandemia de Covid-19 e em parte ao facto da escadaria estar colocada sob o constrangimento da "Carta da Qualidade" do Município de Roma, que protege determinados edifícios ou zonas urbanas da cidade, que exigia mais tempo burocrático.
A obra foi finalmente autorizada e criada com a colaboração do III Município e “Retake Roma, gruppo Montesacro-Talenti” e confiada ao jovem artista Giovanni Cesi, também conhecido como Mr. Ent, especialista em arte gráfica e escritura manual, e foi inaugurada na sexta-feira, 18 de junho de 2021, na 19:00.
"L'Infinito" é pintado de baixo para cima, nos epelhos dos degraus, colocando um verso a cada quatro degraus, e a leitura é possível subindo a escada, até o cume. Na base da escada está pintada uma frase, também de Leopardi, extraída de “Il dialogo di un venditore di almanacchi e un passeggere” (“O diálogo de um vendedor de almanaques e um transeunte”), das “Operette morali” de 1827: "Quella vita ch'è una cosa bella, non è la vita che si conosce, ma quella che non si conosce; non la vita passata, ma la futura" (Essa vida que é bela não é a vida que se conhece, mas a que não se conhece; não a vida passada, mas a futura").
A escrita é numa fonte maior, legível de alto a baixo a partir de um ponto da calçada da Viale Tirreno, ao pé da escada, marcado pelo desenho de um olho.

Outros Infinitos
Uma iniciativa semelhante, novamente para celebrar “L'Infinito”, já havia sido realizada em Bisceglie (província de Barletta-Andria-Trani, na Apúlia), na escadaria localizada entre a Via Porto e a Via Cristoforo Colombo, e inaugurada em 22 de agosto de 2019 , por iniciativa da Associação Borgo Antico, e chamada de “escada dos leitores”.

Como chegar ahí
A escada fica muito perto da estação "Conca d'Oro" do metro B1: pode ser facilmente alcançada a partir de Termini, Repubblica ou Colosseo, tomando o metro B1 (direcção: "Jonio") e descendo na penúltima estação. Saindo do metrô, você deve seguir em direção ao morro, ao pé do qual passa a viale Tirreno, que você deve atravessar à altura do pet shop, continuando por alguns metros com o morro à sua esquerda, até a loja de frutas e legumes, que é esquina com a via Tremiti.
Vindo de Montesacro (piazza Sempione), você pode chegar à escada a pé, caminhando pela viale Tirreno por 600 metros, ou pode ir até a paragem n. 71574 "Tirreno / Sempione" no início da viale Tirreno (da piazza Sempione virando a esquina) pegando um ônibus das linhas 86, 311, 336, 337, 338, 343, 351 (ou noite 92) até a próxima paragem no. 71575 "Tirreno / Isole Eolie" e continuando 150 metros na mesma direção do ônibus.

Sempre caro mi fu quest'ermo colle,
e questa siepe, che da tanta parte
dell'ultimo orizzonte il guardo esclude.
Ma sedendo e mirando, interminati
spazi di là da quella, e sovrumani
silenzi, e profondissima quiete
io nel pensier mi fingo, ove per poco
il cor non si spaura. E come il vento
odo stormir tra queste piante, io quello
infinito silenzio a questa voce
vo comparando: e mi sovvien l'eterno,
e le morte stagioni, e la presente
e viva, e il suon di lei. Così tra questa
infinità s'annega il pensier mio:
e il naufragar m'è dolce in questo mare.
Sempre querido me foi este ermo morro,
e esta sebe, que por grande parte
do último horizonte a vista exclui.
Mas sentando e mirando, ilimitados
espaços além dela, e sobre-humanos
silêncios e profundíssima quietude
em meu pensamento eu imagino, onde por pouco
meu coração não se assusta. E como o vento
ouço farfalhar entre estas plantas, eu aquele
infinito silêncio a esta voz
vou comparando: e me lembro do eterno,
e das mortas estações, e da atual
e viva, e do som dela. Então, nesse
infinito, se afoga meu pensamento:
e naufragar me é doce neste mar.

Do alto do ermo morro Giacomo Leopardi via esse infinito. (fotos de Alessandra Gaddini).

Bibliografia:
BLASI Benedetto (1922) Stradario romano. Dizionario storico etimologico topografico. Edizioni del Pasquino, Roma (reimpressão 1980).
LODOLI Marco (2005) Isole. Guida di Roma vagabonda, Einaudi, Turim.
PERONACI Fabrizio (2015) «Ma che decoro, so’ stati i laziali» Fa discutere la scalinata ripulita. Corriere della Sera - Roma/Cronaca, 26 janeiro 2015
enlace

Sites visitados:
https://fiorievecchiepezze.wordpress.com/2018/12/27/i-duecento-anni-de-linfinito/
https://www.fanpage.it/roma/sempre-caro-mi-fu-questermo-colle-linfinito-di-leopardi-sulla-scalinata-di-via-tremiti/
https://www.puglia.com/bisceglie-versi-infinito-leopardi/
https://roma.repubblica.it/cronaca/2021/05/18/news/l_infinito_di_leopardi_sulle_scalinate_di_via_tremiti_-301589666/
https://romah24.com/montesacro/news/citta-giardino-linfinito-di-leopardi-sulle-scale-di-via-tremiti-foto-video/
http://www.vediromainbici.it/Storico/Testi%202010/2010.05.30%20Montesacro.htm
https://it.foursquare.com/v/scalinata-di-via-tremiti/4e723a65091a8493b35e6557
https://romah24.com/montesacro/news/conca-doro-interventi-anti-degrado-sulla-scalinata-di-via-tremiti-le-foto-4/
http://donnetifose.blogspot.com/2007/02/il-calcio-fatto-scale.html
https://www.ecoincitta.it/ec/versi-infinito-di-leopardi-a-montesacro/

Me desculpo por qualquer falha na tradução portuguesa:
se você deseja comunicar comígo para correções e/ou comentários,
escreva-me

página criada em: 9 de fevereiro de 2022 e modificada pela última vez em: 21 de fevereiro de 2022